Publicado em 2 comentários

Como iluminar ambientes de pé direito duplo

Se você não souber aplicar a iluminação de pé direito duplo corretamente, o seu projeto de decoração corre o risco de fracassar. Por isso, atente ao tipo de lâmpada utilizada, ao facho de abertura e também ao efeito que você pretende dar ao espaço, se é mais geral ou mais intimista.

A iluminação de pé direito duplo se faz com luminárias embutidas, de sobrepor, pendentes e lustres, Também podem combinar os embutidos com lustres ou pendentes. Vai depender do estilo decorativo que você definirá no projeto.

Luminárias de embutir, sobrepor, tipos e fachos

Se a opção é por embutir ou sobrepor luminárias no teto de pé direito duplo, você deve escolher lâmpadas AR111 ou PAR 30. Estas lâmpadas, podem ser halógenas ou de LED, e ter angulações que variam entre 8 a 60 graus, possibilitando fachos mais abertos ou mais fechados.

Os fachos mais fechados usamos para destacar peças decorativas e paredes. Já as de fachos mais abertos, para complementação da iluminação geral.

Saiba Mais: As lâmpadas também tem bula

Ambiente de pé direito duplo com iluminação de fachos mais abertos, dispersa mais a luz. Por isso, ela pode chegar a altura do observador de forma ineficiente se não for escolhida a lâmpada certa. Nesse sentido é indicada a PAR 30 ou AR 111, pois vencem pé direito de até 5 metros.

A escolha, se será AR 111 ou PAR 30 dependerá do efeito que você deseja no ambiente.

Diferenças nos fachos das lâmpadas para iluminação de pé direito duplo

Veja que a lâmpada PAR possui uma lente rugosa. Ao observar a sombra de um objeto iluminado por esta lâmpada, verá que ela não é tão definida. É algo suave, meio dégradé. Esse efeito é ótimo para fundir a luz de uma lâmpada com a outra. Nesse sentido usamos a lâmpada PAR para luz de efeito mais homogêneo, difuso no ambiente, que é diferente da luz pontual feita pela lâmpada AR.

AR proporciona luz pontual de destaque com bastante precisão. Note que o espaço entre o field e o bean é pequeno. Isso permite deixar um objeto bem iluminado, e seu entorno mais escuro acentuando o destaque, veja:

Iluminação de pé direito duplo
Lâmpadas AR – fazem o desenho na parede

Instalação e circuitos independentes

Você também pode ter diferentes pontos de luz inseridos no ambiente, e para isso deve-se usar circuitos independentes. Assim, você projeta diferentes cenários para que o cliente utilize conforme suas necessidades.

Também atente-se para a altura entre o rebaixo de gesso e a laje, para que na hora de embutir a luminária, tenha o espaço suficiente.

Pendentes e lustres

Quanto aos pendentes e lustres, sempre escolha luminárias  proporcionais ao espaço. Em livings integrados, amplos e com pé-direito duplo, os modelos maiores e chamativos funcionam muito bem. Verifique, no entanto o peso visual dos elementos entre o teto e o piso. E, não esqueça que cores e brilho aumentam a sensação de peso visual..

Iluminação de pé direito duplo

Base das lâmpadas- soquetes -Iluminação de pé direito duplo

E por último, e não menos importante, não esqueça também de verificar se o tipo de soquete da lâmpada se adapta ao bocal da luminária escolhida. No mercado há diversos modelos de soquetes, sendo os mais usados o E27 e o GU 10.

Iluminação de pé direito duplo

Bom, agora você já sabe o que deve levar em conta ao elaborar o projeto de iluminação de espaços com pé direito alto. A partir de agora este pequeno guia irá te auxiliar na correta especificação da iluminação em seus projetos.

Mas, se você quer saber mais sobre iluminação, como dar aquele efeito wallwash? Neste Curso prático de Iluminação o @ibdioficial  te conta tudo isso e muito mais!

2 comentários sobre “Como iluminar ambientes de pé direito duplo

  1. Vocês vendem esses materiais?

    1. Olá Adelina, não vendemos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

5 × 3 =