Publicado em

Como construir uma carreira frustrante em Design de Interiores

Não basta somente escolher um curso baseado em gostos pessoais, interesses e aptidões. Isso não é determinante para que a carreira seja adequada.

A falta de informação na hora de escolher um curso é um agravante. Um exemplo é o jovem que tem interesse em trabalhar com design de interiores atendendo clientes, participando de mostras e feiras de decoração. Se ele opta por um curso onde o foco é desenvolver artigos e pesquisas científicas com o intuito de atuar no meio acadêmico, as frustrações surgem.

Muitas pessoas acabam se frustrando na carreira de design de interiores, porque os conteúdos programáticos dos cursos escolhidos não são analisados de forma prévia e coerente.

Conteúdos curriculares, como estudos dos princípios do Design, cores, composição espacial, assim como técnicas de desenho voltados para projetos e planejamento dos espaços, é uma característica comum entre todas as escolas deste segmento. Todas trabalham com o mesmo programa.

Para que você alcance o objetivo de realmente se tornar um DI praticante, você precisa passar por um Programa de Ensino que permita aprender teorias e práticas de forma que REALMENTE TE CONDUZA a realizar projetos capazes de levá-lo a uma carreira promissora.

Faculdades que visam diplomas de parede, ostentados para os parentes, o mito do nível superior na doutrina brasileira foi embuçado como garantido, assim, o objeto muitas vezes é pervertido.

Mas, como saber escolher o melhor conteúdo programático que satisfaça as minhas expectativas?

Aqui neste post vamos te ajudar a escolher o melhor programa de ensino em Design de Interiores que foca o mercado de trabalho, então atente-se aos seguintes pontos:

  • Pergunte ao atendimento da escola que você pretende se matricular, se você pode ter acesso ao conteúdo e ferramentas de aprendizagem. Aí, veja se as aulas são apenas expositivas na lousa com algumas bibliografias para pesquisa, se as vídeo-aulas são aquelas estáticas, mecânicas, ou se são interativas buscando a reflexão do conteúdo. Escolas que apresentam dificuldades nas respostas, ou não tenham como mostrar estas ferramentas, não parecem preocupadas com sua carreira profissional.
  • Escolas de Design de Interiores devem estar preocupadas em oferecer um programa de competências treinadas, pois os designers de Interiores lidam em colaboração com arquitetos, empreiteiros e outros fornecedores de serviços, além dos clientes, e precisam se comunicar com clareza e eficácia. Solicite informações sobre estas competências treinadas. Se a escola oferece, então veja se são trabalhadas dentro do curriculo apenas com aulas expositivas onde você tem acesso a um texto que deve decorar para a prova, ou se é trabalhado exemplificando situações corriqueiras do dia a dia do profissional. Questione como.
  • Atente-se para as credenciais do Diploma!! Pergunte ao atendimento se a escola é credenciada por órgãos competentes. Credenciais são reservadas a cursos que passam por processos de supervisão dos projetos pedagógicos e planos de cursos pelos órgãos competentes. Os órgãos de acreditação para as escolas de design de interiores são a ABD, o CREA e a Classificação Brasileira de Ocupações (CBO) do Ministério do Trabalho. Cada um deles desenvolve diretrizes e metas para o futuro da educação em design de interiores e oferecem a oportunidade de você receber estas credenciais.
  • Pergunte como são as aulas práticas! Muitos programas de ensino vão te dizer que aulas práticas são aulas em laboratórios. O sentido das palavras “aulas práticas”, é trabalhar com os alunos situações reais do cotidiano do profissional no dia a dia, através de exercícios inteligentes, que buscam você refletir a serventia do conteúdo exposto para o mercado profissional.
  • Verifique qual programa de desenho por computador a escola trabalha no curso de design de interiores. Para que você saia atuando no mercado, você precisa obter desenvoltura com os programas autocad para desenhar plantas e vistas, e também o sketchup e promob para desenhos tridimensionais. São eles que vão representar toda sua criatvidade projetual desenvolvida para o cliente. O promob especificamente, é o mais trabalhado em lojas de móveis planejados e sob medida, ou seja, se você não encontra este programa no currículo do curso, você terá dificuldades de ser contratado por estas empresas. Veja também se a Instituição é um centro de treinamento da promob, isso significa que ela trabalha com seus alunos, as últimas novidades, e o que há de mais atual neste programa.
  • Os concursos nacionais são uma forma de mostrar o talento do aluno, pois ele concorre com projetos de alunos de escolas de todo o Brasil, tanto escolas técnicas como superior, o que ajuda a criar um curriculo profissional consistente. Atente se a escola que você está querendo se matricular, promove concursos nacionais voltado ao design de interiores aos seus alunos, e busque conhecer os alunos premiados nestes eventos.
  • Infelizmente muitos programas de ensino, para fechar a carga horária do curso perante ao MEC, utilizam conteúdos de outros cursos dentro do curso de design de interiores. Isso porque facilita para a Instituição no quesito economia de recursos. Só que este conteúdo mesmo sendo pertinente a área, ele é dado de forma genérica e não direcionada ao design de interiores especificamente, o que torna a aprendizado disperso pois o conteúdo não é exemplificado com exemplos do cotidiano profissional, com base nas rotinas do designer de interiores atuante.
  • E o ponto mais importante de todos eles. Procure conhecer a história de quem já se formou no curso. Isso é importante para comprovar se a proposta de ensino, de fato, cumpre com o que é divulgado.

Bom, depois de ler todos os pontos aqui mencionados, você acha que consegue distinguir qual o programa de ensino vai te surpreender ou te frustrar?

Se você está pensando em design de interiores como uma carreira, então lembre-se de todos os itens mencionadas acima. Os designers de interiores enfrentam desafios todos os dias; alguns difíceis de encarar, por isso a escolha do Programa de Ensino é importante para a construção de uma carreira promissora.

Fernanda de Alcântara  Ouro Preto/MG

A preparação para o mercado de trabalho foi o que mais me surpreendeu e surpreende no dia a dia. Você sabe o que fazer mesmo quando novo no mercado. A estrutura de ensino do IBDI apresenta os passos para execução dos nossos trabalhos com profissionalismo. Há 5 anos me dedico a realização de projetos, apresentação e execução dos mesmos. Criei a Modifik Interiores, onde apresento meus trabalhos, levando como referência o IBDI que é certificada pelo MEC, ABD e CREA.

Como construir uma carreira frustrante em Design de Interiores

9 comentários sobre “Como construir uma carreira frustrante em Design de Interiores

  1. Gostaria de saber mais sobre o curso, investimento e mercado de trabalho

    1. Olá Daniela,
      Claro, se você entrar neste link: http://www.ibdi-edu.com.br/home/tecnico-design-interiores-a-distancia/ você encontra todas as informações. Também a Gabriela vai entrar em contato com você ok?

  2. Estou muito interessado nesse curso, uma coisa interessante é que pesquisando somente cursos presencias, aqui no SBC/SP, no Senac e em algumas escolas, eu percebi que a carga horaria varia de 800h-810h e o valor é quase o dobro em algumas, isso fora os custos com transporte e tempo gasto no transito, ou seja alem de prover uma material mais completo e e um ensino objetivo aos alunos, o IBDI oferece um curso de otimo CxB. Estou me organizar afim levantar o capital total para me inscrever na turma de março, e aproveitando o desemprego, me aplicar de forma intensiva, como vocês deixam claro o curso se paga sozinho, isso claro, na medida que o aluno se aplicar a se tornar um verdadeiro profissional, queria saber, caso não consiga qual a previsão para futuras turmas?

    1. Oi Leonardo, fale com a Gabriela, ela quem cuida das matriculas, e veja com ela como organizar a sua para março 😉 Whatsapp- 047 9222 6073 ou ibdivirtual@ibdi-edu.com.br

      1. Tudo certo, obrigado Dayane!!!

  3. Estou cursando Design de Interiores e estou gostando muito, não somente do curso, mas da atenção que a equipe proporciona, já fiz outros cursos à distância, esse supera todos. Parabéns.

    1. Olá, Marilda! Obrigada por confiar no nosso trabalho! Um grande bjo

  4. Olá, eu moro no ES e gostaria de fazer esse curso de design ead por motivos que ja faço outro faculdade, porém vi que as provas presenciais e apresentação do projeto só poderia ocorrer em SC e SP, isso estaria correto ?

    1. Oi Aline,
      Você deve realizar 1 único encontro presencial, ao final do curso para defesa do trabalho final. Você pode realizar em SP ou em SC. Muitos alunos da sua região estudam conosco! Abraço.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.